O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

 

Professora orientadora: Paula Ventura;

 
- Supervisões: Segundas-feiras de manhã;
- Local: Instituto de Psiquiatria;
- Carga horária: 20 horas semanais (estágio) e extensão a combinar
 
Requisitos Estágio:
 
- Estágio em pesquisa clínica: Terapia cognitivo-comportamental
- A partir do 5º período ou posterior
- 4 vagas
- Capacidade de ler textos em inglês;
- Ser organizado(a) e comprometido(a)/proativo(a) com o estágio;
 
Atividades: Acompanhamento do atendimento/triagem de pacientes com Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), atendimento de pacientes vítimas de trauma, administração de escalas, dentre outras
 
Requisitos Extensão:
 
- Extensão: Atendimento a vítimas de traumas relacionados à violência: integração entre a academia e a comunidade
- 2 vagas
- Capacidade de ler textos em inglês;
- Ser organizado(a) e comprometido(a)/proativo(a) com a extensão;
 
Atividades: Participação, junto aos familiares dos usuários do ambulatório de trauma, na construção de novos conhecimentos, tendo como ponto de partida a comunicação dialógica entre os participantes envolvidos.
 
Processo seletivo:
 
- O aluno deverá se inscrever através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e enviar o BOA e o currículo até o dia 21/09. Ele deverá explicitar se seu interesse é pela vaga de estágio, extensão ou pelas duas;
- A seleção será feita entre os dias 26/09 até 30/09, em horário a ser estabelecido para cada candidato;
- Será composta de uma entrevista e da apresentação, em português de um artigo em inglês, que será disponibilizado previamente;
- A apresentação terá duração de 10 minutos e poderá ser feita com consulta do artigo. O aluno receberá um link para a reunião, com data e horário.
 
OBS: Ter cursado disciplinas de Terapia Cognitivo Comportamental será considerado um diferencial
 

 

O PROJAD, serviço localizado no campus da Praia Vermelha da UFRJ, possui uma diversidade de práticas assistenciais, configurando-se como um Centro de Atenção Psicossocial para Usuários de Álcool e outras Drogas (CAPS AD). Os usuários podem ser assistidos em atendimento médico e psicoterápico individual ou em grupo, bem como participar das oficinas terapêuticas realizadas no Centro de Convivência do serviço.
Professora: Daniela Belchior Mota
Vagas disponíveis: 03 (sem bolsa)
Pré-requisitos:
(1) Ter disponibilidade de 12 horas semanais.
(2) Disponibilidade para as supervisões às quintas-feiras, de 13 hs às 17 hs.
(3) Ser discente de graduação do curso de Psicologia da UFRJ, a partir do 4º período.
Processo seletivo:
Etapa I: Enviar para o email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., até a data de 19/09/2022, seu histórico acadêmico atualizado e também uma carta de interesse de até 800 palavras, abordando as suas motivações em realizar este estágio, caso selecionado. Esta etapa é eliminatória.
Etapa II: Participar de entrevista, a ser realizada presencialmente em 22/09/2022, no Instituto de Psicologia, conforme agendamento prévio.

 

 
O Coletivo Convivência é um Projeto de Extensão, Estágio e Pesquisa que busca produzir saúde a partir de uma perspectiva antimanicomial, construindo discussões, dispositivos e práticas de convivências que se alinham a ideia de um cuidado em liberdade, multiplicidade e afeto. O Coletivo abrirá vagas para estudantes de todos os cursos.
 
A seleção inclui a participação em duas etapas: 
 
1) Primeira etapa: preenchimento do formulário, cujo link está na bio do Instagram @coletivoconvivencias; 
2) Segunda etapa: participação em uma dinâmica presencial, que acontecerá no dia 08/09/2022, às 9:30 da manhã, na sala 2 do Instituto de Psicologia. 
 
Orientador: Prof. Thiago Melicio. 
 
Vagas: 5 (com 2 possibilidades de bolsa).
 
Pré-requisitos: 
Ser discente de graduação da UFRJ a partir do 3º período; 
Ter disponibilidade às quintas-feiras de manhã, 8:30-12:00 (horário das supervisões). 
 
Prioridade à participação de pessoas pretas, pardas e indígenas.
 
Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a gente pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 
 

d2ffb922 faf6 409b 8c9a 44ff121f7e17

 

Seleção de novos membros!

 

Inscrições até 21/08

 

O Laboratório de Psicometria da UFRJ está selecionando novos membros para o Grupo de Pesquisa em Psicometria do Instituto de Psicologia da UFRJ.

 

Para participar da seleção, clique no link e responda ao questionário: https://pt.surveymonkey.com/r/LabPsicometria

 

‼️ As informações divulgadas neste perfil são compartilhadas para maior alcance. Por isso, não temos muitas informações sobre os processos seletivos. Caso tenha interesse por algum projeto, recomendamos que entre em contato com os e-mails fornecidos no 

 

A pesquisa fundamenta-se em um trabalho historiográfico que se volta aos impasses e desafios das práticas cotidianas de governo presentes pelos CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) na cidade do Rio de Janeiro, consistindo num estudo referente ao campo da Saúde Mental. Os CAPS, implementados em 1996 enquanto dispositivo angular de transição da Reforma Psiquiátrica brasileira, visam substituir progressivamente as formas asilares com suas práticas de internação de longo tempo por uma instituição de atenção psicossocial de portas abertas mais condizente com as propostas reformistas.

Nosso interesse é analisar quais mudanças ocorreram nas práticas cotidianas dentro desses espaços de serviço e as novas formas de governo e condução de conduta dos usuários. O objetivo é compor uma narrativa histórica não mais pautada em grandes personagens, mas sim considerando uma série de dispositivos cotidianos como prontuários, atas de reuniões e relatórios. Como ferramentas conceituais para pensarmos o CAPS utilizaremos o conceito de governamentalidade proposto por Foucault, retrabalhado por Nikolas Rose, e acompanharemos as discussões propostas por autores brasileiros importantes na Reforma Psiquiátrica.

O trabalho de campo consiste na ida semanal a um dos CAPS já vinculados à pesquisa (CAPS Rubens Correa em Irajá ou CAPS Clarice Lispector em Engenho de Dentro), para a realização da análise dos prontuários e coleta do material pertinente. Assim, damos preferência a casos de usuários mais antigos que passaram, juntamente com o campo de saúde mental, pela transição do modo asilar de enclausuramento ao modo de gestão pela autonomia proposto pelo CAPS. Nas supervisões ocorrem as discussões dos casos coletados e, alternadamente, a discussão de textos sobre temas que consideramos relevantes para o trabalho historiográfico em questão.

 

     A seleção contará com duas fases:

1) Avaliação das respostas dadas pelos candidatos às perguntas da seleção

2) Entrevista individual, online


     Questões a serem respondidas pelos candidatos à Pesquisa:

1) Como você situaria o debate historiográfico em torno da reforma? 

2) Como você entende que o conceito de governamentalidade pode ajudar nesse debate?

3) Fique à vontade para falar, pensando em sua trajetória de vida, sobre suas expectativas em relação à pesquisa e sua  participação na equipe. 

4) Que outras sugestões você poderia oferecer à nossa pesquisa?

Caso o candidato tenha interesse em fazer parte da Extensão ligada à pesquisa, deverá responder também a seguinte questão:

5) Em consonância com o projeto, como você proporia um módulo de extensão com os CAPS para esse projeto?


Não será possível se candidatar apenas à extensão. 


Estas perguntas deverão ser respondidas tendo como base os textos disponíveis no link:

https://drive.google.com/folderview?id=1dC6KaKPv1SYRBAIT5jUZ-EG6vrZYhDp8

Como referência indicamos também o seguinte vídeo: https://youtu.be/XYgQHBJe1gY

 

ORIENTAÇÕES:

Recomendamos que o arquivo com as respostas tenha no máximo 08 (zero oito) páginas. 

Sugerimos que o arquivo esteja formatado na ABNT (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, justificado).

As respostas dos candidatos devem ser enviadas por email, contendo como assunto SELEÇÃO PESQUISA CAPS, até o dia 26/08 para os seguintes emails,:

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 


As entrevistas individuais ocorrerão de modo online no dia 31/08/2022 ou no dia 02/09/2022. O candidato será informado posteriormente o dia e horário exato da sua entrevista.

 

A pesquisa referente a esta seleção tem como campo de estudo a Divisão de Psicologia Aplicada (DPA) da UFRJ, na qual ocorrem os estágios clínicos e, portanto, encontram-se equipes de diversas orientações psicológicas (por exemplo, Terapia Cognitivo Comportamental, Psicologia Fenomenológico Existencial, Psicanálise Lacaniana, dentre outras). Assim, busca-se observar as diferentes formas de articulação e configuração entre essas equipes, envolvendo as relações entre estagiários, pacientes e supervisores, dentro dessa rede, na qual emergem controvérsias oriundas de seus modos de atuação e de concepção da prática terapêutica. Essa rede, em seus modos de articulação, traz à cena, de modo plural, a produção de subjetividades e de mundos que são aí produzidos entre pacientes, estagiários, coordenadores, setting clínicos, grades curriculares, etc.

Com o objetivo de destacar estas versões plurais, a pesquisa tem se desenvolvido a partir da realização de entrevistas abertas com supervisores, estagiários e pacientes da Divisão de Psicologia Aplicada (DPA) da UFRJ, assim como, por meio de relatos de campo – que se dão a partir do método etnográfico – das equipes de atendimento psicoterápico presentes na instituição, que se orientam por diferentes abordagens terapêuticas. Para tanto, são utilizadas como referencial para o trabalho de campo a Teoria Ator-Rede de Bruno Latour, e a Epistemologia Política de Isabelle Stengers e Vinciane Despret; além de leituras provenientes do campo da antropologia que nos auxiliam a pensar o trabalho etnográfico. Tais elaborações podem ser acessadas em maior profundidade tanto nos textos indicados para a seleção, quanto ao longo da participação na pesquisa.

 

INFORMAÇÕES SOBRE A SELEÇÃO

A seleção contará com duas fases:

1) Avaliação das respostas dadas pelos candidatos às perguntas da seleção

2) Entrevista individual, online

 

QUESTÕES DA SELEÇÃO:

1) O que seria a marca da etnografia no contraste com outras estratégias de pesquisa da psicologia?

2) Como você entende a importância dos questionários e do acompanhamento das equipes como modos de investigação?

3) Você teria alguma sugestão de alteração para o questionário? Que outros modos e estratégias de investigação você sugeriria?

4) Face ao que foi exposto sobre o projeto em nossa pesquisa, de onde surge seu interesse de participação e como articula-se com as ações realizadas pela pesquisa?

 

Estas perguntas deverão ser respondidas tendo como base os textos disponíveis no link:

https://drive.google.com/drive/folders/19N6oCKG2wtgi799Gt6qMFr6s2L36CL5w?usp=sharing&fbclid=IwAR1Cest5shNLqQ1vFrvyzMBSr2U8NvGn6IguvpsPIJzRk82HCfgthWlAzlc

Como referência indicamos também o seguinte vídeo: https://youtu.be/gRMrmbW9-8c

 

ORIENTAÇÕES:

Recomendamos que o arquivo com as respostas tenha no máximo 08 (zero oito) páginas.

Sugerimos que o arquivo esteja formatado na ABNT (fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, justificado).

As respostas dos candidatos devem ser enviadas por email, contendo como assunto SELEÇÃO PESQUISA DPA, até o dia 31/08 para os seguintes e-mails:

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

As entrevistas individuais ocorrerão de modo online no dia 05/09 ou no dia 09/09/2022. O candidato será informado posteriormente o dia e horário exato da sua entrevista.

Horário das reuniões de pesquisa: segundas das 17h às 19h (semanalmente)

Número de vagas: 4 ou 5

Prof responsável: Arthur Arruda Leal Ferreira

Requisitos: ter cursado ou estar cursando a disciplina História da Psicologia

 

 

Circulando e traçando laços e parcerias: atendimento a jovens autistas e psicóticos - do circuito pulsional e o laço social
 
A seleção ocorrerá no dia: 1/8 (2af) às 13h presencialmente na sala do PPGTP (Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica), que fica no térreo, no final do corredor, porta da direita.
 
Requisitos:
 
-Disponibilidade de horário nas tardes de segunda e manhãs de quinta.
-Ter cursado História da Psicanálise, Conceitos Fundamentais da Psicanálise I e II (conclusão em 2022.1, no máximo).
 

 

Supervisora: Maria Cristina Poli 

 
Nº. de vagas: 06 
 
Requisito (s): mínimo 7. período do curso de Psicologia. Interesse e disponibilidade  para atividades de extensão associadas ao estágio. 
 
Carga horária: 12 horas semanais
 
Início das atividades: 29/08/2022
 
1ª. Etapa da Seleção: Data 15/08/2022 (segunda-feira) Hora: 13h30 
Reunião através de link do google meets (o link será enviado por email aos inscritos)
 
Inscrições: até 31/07/2022 pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
Procedimento para inscrição: enviar email anexando histórico escolar, uma foto e uma breve carta explicitando os motivos de interesse pelo estágio.
 

 

Supervisora: Prof. Rosinda Oliveira e Prof. Priscila Marques

 

Nº. de vagas: 03

 

Carga horária semanal de estágio: 16h

 

Horário de Supervisão: 2ªs feiras de 14:30 às 18:00 (Oficina de Pesquisa). O (a) aluno (a) deverá também ter disponibilidade de um outro dia no turno da manhã ou da tarde para coleta de dados em escolas.

 

Início do estágio: 25 de Julho de 2022 (duração mínima de um ano)

 

Seleção: 18 de Julho – 13:00h – Departamento de Psicometria e Departamento de PGE

 

Inscrição para seleção:

- Enviar para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

- Documentos necessários: Carta de intenção, mencionando o interesse na área da pesquisa em Neuropsicologia; CRID; Histórico; e Curriculum Vitae.

 

 

Carga Horária: 16h
Duração do estágio: 6 meses
Vagas: 03
Pré-requisito: ser aluno de graduação da UFRJ a partir do 8º período
Processo seletivo: análise do histórico escolar, analise de currículo e entrevista

Período de inscrições: 13 a 19/06/2022
Resultado da primeira etapa: 21/06/2022
Entrevistas de seleção: 22/06/2022
Resultado final: 24/06/2022
Início do estágio: 04/07/2022

Os interessados devem enviar os seus históricos escolares e currículos para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

UFRJ Instituto de Psicologia
Desenvolvido por: TIC/UFRJ